GRAVIOLA

 

Graviola (Anona muricata) é uma planta originária das Antilhas, onde se encontra em estado silvestre.

No Brasil, tornou-se subespontânea na Amazónia. Prefere climas húmidos e baixa altitude.

 

A Graviola é uma árvore de pequeno porte (atinge de 4 a 6 metros de altura) é encontrada em quase todas as florestas tropicais, com folhas verdes brilhantes e flores amareladas, grandes e isoladas, que nascem no tronco e nos ramos.

Os frutos têm forma oval, casca verde-pálida, grandes, pesando cerca de 750 gramas a 8 quilogramas, havendo todo o ano. Contém picos, vermelhos, envolvidos por uma polpa branca, de sabor agridoce, muito delicado e considerado semelhante ao fruto da Abóbora.

 

A Graviola é uma planta rica em propriedades terapêuticas, sendo as de maior importância, a sua potente ação anticancerígena e antioxidante. Estudos comprovam a ação das acetogeninas anonáceas (ACGs), principais substâncias ativas da Anonna Muricata.

 

Estes compostos apresentam uma toxicidade específica para as células cancerígenas, inibindo os processos enzimáticos que ocorrem nas membranas destas células, causando a sua destruição e mantendo a integridade das células saudáveis (trazendo uma vantagem em relação à quimioterapia). Vários estudos revelam que a Graviola apresenta uma potência 10000 vezes superior à dos compostos químicos utilizados na quimioterapia. Estudos sugerem a existência de vários tipos de ACGs, com toxicidade seletiva para diferentes tipos de células tumorais (adenocarcinoma do cólon e próstata).

 

A Graviola é antioxidante e fortalece o sistema imunitário, destrói bactérias, vírus e parasitas. É antidiarreica, antiespasmótica, adstringente, anti-inflamatória, antipirética, sedativa, hipotensora, vasodilatadora, vermífuga e digestiva.

 

Benéfica contra convulsões, diabetes, asma,catarro, reumático, depressão e problemas hepáticos.

 

Click e veja o(s) produto(s) que contem: